Em 1827, o padre Pedro Ribeiro de Carvalho construiu uma capela num local denominado Tabuleiro Grande, localizado na estrada real que ligava o município de Crato a Missão Velha, à margem direita do rio Batateira.
Mas foi somente em 1911, que a então vila Tabuleiro Grande conseguiu a independência do município de Crato, passando a se chamar Joaseiro, em referência à árvore típica da região semiárida, Zizyphus joazeiro. O município adotou o atual nome em 30 de dezembro de 1943, através do decreto estadual n° 1.114.
Padre Cícero Romão Batista foi eleito o primeiro prefeito da cidade. O sacerdote é considerado um marco na construção da religiosidade, da cultura e dos acontecimentos políticos da região do Cariri.
Ao longo de sua história, o município recebeu títulos importantes como o de “Capital da Fé”, reconhecido através de lei estadual, por ser um dos maiores centros de peregrinação do país e o maior do Nordeste. Além disso, Juazeiro é hoje, o núcleo da região metropolitana do Cariri.
Com uma população estimada de 276.264 habitantes, o município recebe cerca de 2,5 milhões de pessoas por ano, entre fiéis, turistas e pesquisadores.
A cultura também é destaque na região, com a presença de vários grupos folclóricos de reisado, maneiro-pau e malhação de Judas. A literatura de cordel e a xilografia também são bastante difundidas, e o artesanato é um dos maiores expoentes culturais do município, tendo grande participação na economia.
A programação festiva em alusão a data teve início no último dia 15 e segue até às 10h, desta sexta-feira (22), confira:
05h – Alvorada festiva
Principais Praças de Juazeiro do Norte
08h – Missa Solene
Basílica Santuário Mãe das Dores, Av. Padre Cícero, 147
10h – Ato Cívico
Praça Dirceu Figueiredo, Centro