Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

segunda-feira, 25 de julho de 2022

Bactérias aumentam produtividade em lavouras de arroz, feijão e milho

 Microrganismo potencializa ação dos nutrientes nitrogênio, fósforo e potássio.

Sementes de arroz tratadas com a bactéria Azospirillum ficaram com raízes 86% mais longas em comparação às plantas que não foram inoculadas. 

Raízes do cereal tratadas com a bactéria também tiveram incremento de 100% em seu volume.

No milho, Azospirillum proporcionou maiores comprimento, diâmetro, volume e massa seca das raízes.

Bactéria Serratia aplicada em sementes e no solo promoveu aumento de 17% na produtividade do arroz

Esse microrganismo potencializa ação dos nutrientes nitrogênio, fósforo e potássio.

Plantas de arroz tratadas com Serratia apresentaram até 60% menos doenças, como mancha parda, queima da bainha e brusone.  

Em feijão, associação da bactéria Serratia com fungo Trichoderma aumentou em 17% a produtividade de grãos. 

Uma série de pesquisas realizadas com diferentes rizobactérias (atuantes na raiz) demonstraram que alguns microrganismos podem ser importantes aliados da agricultura. Eles atuam melhorando os processos fisiológicos da planta, promovendo melhor absorção de nutrientes ou facilitando a sua disponibilização. O resultado são plantas maiores, mais resistentes a doenças e com maior produtividade. Com fertilizantes importados cada vez mais caros, o uso desses insumos biológicos podem representar uma importante economia ao produtor. Os experimentos comprovaram ganhos importantes em lavouras de arroz, feijão e milho.



Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site