Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

terça-feira, 24 de maio de 2022

Embrapa Hortaliças: nova cultivar de grão-de-bico é destaque nas comemorações de aniversário

  - Adaptação à colheita mecânica é uma das características interessantes da BRS Kalifa

Adaptação à colheita mecânica é uma das características interessantes da BRS Kalifa

O lançamento de uma nova cultivar de grão-de-bico será um dos pontos altos da programação voltada à comemoração do aniversário da Embrapa Hortaliças, que completa 41 anos nesta sexta-feira (27/05). Trata-se da cultivar BRS Kalifa, que tem como principais características alta produtividade (acima de 2.500 kg/ha em áreas irrigadas no Cerrado), a adaptação à colheita mecânica e, ainda, sua dupla aptidão – pode ser destinada à comercialização de grãos secos e à indústria de conservas (grãos reidratados).

Além dessas qualificações, a nova cultivar insere-se entre as chamadas culturas de rotação às commodities algodão, milho e soja do agronegócio na região do Cerrado brasileiro, ou seja, pode ser utilizada como cultivo de “safrinha” (também conhecida como segunda safra). Outro atrativo especial para os produtores da leguminosa é a sua inserção no Zoneamento Agrícola de Risco Climático – Zarc. A cultura inserida no zoneamento pode representar inúmeras vantagens para os produtores, como indicações dos períodos de semeadura e dos níveis de riscos climáticos em cultivos de sequeiro e irrigado. 

Outro lançamento foi incluído na agenda das comemorações: o livro “Reflexões sobre perdas pós-colheita na cadeia produtiva de hortaliças”, que leva as assinaturas da pesquisadora Milza Lana e do técnico Carlos Banci, da Emater-DF. A partir do tema da pós-colheita, os autores abordam a questão das perdas sob o ponto de vista da segurança alimentar - que diz respeito ao acesso da população à oferta diversificada de hortaliças com alto valor sensorial e nutricional com preços acessíveis -, da sustentabilidade econômica da atividade agrícola e da inserção do produtor rural no mercado.

Parcerias com instituições públicas e privadas também entram no circuito das festividades sob a forma de assinaturas de acordos para a disponibilização de curso, atividades de fortalecimento de cadeia produtiva e desenvolvimento de projetos de pesquisa. Um dos exemplos é o “Tá na Horta", curso on-line que trata das técnicas de implantação e manejo de horta comunitária, e que foi possibilitado por meio de acordo firmado com o Ministério da Cidadania.

Outra parceria, dessa vez com o Mapa, contempla o fortalecimento da cadeia de valor do alho na região norte do Paraná e da região central do Espírito Santo. Mais uma assinatura, desta vez com a empresa Vegetal Agronegócios, refere-se ao projeto “Desenvolvimento de um sistema de produção inovador de mudas de morangueiro em sistema sem solo”.

Embrapa Hortaliças

Criada em 27 de maio de 1981 como Centro Nacional de Pesquisa de Hortaliças, a unidade da Embrapa contribuiu para a mudança do cenário da produção e consumo de hortaliças no País, trabalho que tem rendido o reconhecimento como centro de referência no Brasil e no exterior. Os projetos de pesquisa, conduzidos em parceria com uma rede de parceiros estratégicos de instituições públicas e privadas, têm disponibilizado tecnologias, produtos e informações que contribuem para o desenvolvimento sustentável da produção de hortaliças.

Anelise Macedo (MTB 2.749/DF)
Embrapa Hortaliças

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site