Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 9 de março de 2022

Quatro reservatórios no Ceará já atingiram 100% da capacidade

 

No entanto a crise hídrica ainda preocupa

A quada chuvosa no Ceará, continua preocupando às autoridades do Setor Hídrico do estado. As chuvas estão abaixo da média em algumas regiões do estado. Apesar da baixa pluviosidade, 4 reservatórios já atingiram os 100% de sua capacidade. São eles: Ubaldinho em Cedro, Germinal em Palmácia, Rosário em Lavras da Mangabeira e Tijuquinha em Baturité.

No entanto, o nível médio dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), é de 21,45%, o que justifica a preocupação dos órgãos do setor hídrico.

O Jornal o Povo, em sua edição desta quarta-feira (09), traz matéria sobre o assunto. Confira!

” De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Estatística (Funceme), a  Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), indutora de chuvas, se afastou do Ceará e a tendência é de queda no volume de precipitações no Estado. 

Pelo menos 71 açudes estão com a capacidade abaixo de 30% e nove estão secos. Conforme o diretor de Operações da Cogerh, Bruno Rebouças, os principais reservatórios do Ceará permanecem com volumes inferiores ao mesmo período do ano passado. 
O volume atual dos reservatórios é melhor do que já tivemos durante o auge da crise hídrica no Estado, no entanto, ainda estamos em alerta. O mês de fevereiro não foi bom para acúmulo dos reservatórios. A expectativa é que nos próximos meses possamos reverter pelo menos parcialmente esse quadro”, relata o diretor de Operações.

No ano de 2021, no mesmo período, três chegaram a essa capacidade. São eles: Caldeirões, em Saboeiro; Germinal, na Palmácia e Barragem do Batalhão, em Crateús. Naquele período, o nível médio dos 155 reservatórios monitorados pela Cogerh era de 26,2%. Além disso, 56 reservatórios estavam com capacidade abaixo de 30%.
Por fim, Bruno informa que Cogerh atua com precaução para evitar os quadros de seca. “Ao final da quadra chuvosa, nós fazemos a alocação negociada de agua para definir como será o uso daquele recurso. Nós vivemos em uma região de semiárido, por tanto é importante economizar água e consumi-la de maneira consciente”, relata.

Mantenha-se bem informado.

GDJ

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site