Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 9 de março de 2022

Itapipoca (CE): Ematerce estuda viabilidade de instalação do Projeto Mandalla

Nesta segunda feira, 7 de março de 2022, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) de Itapipoca (CE), recebeu a vista do professor Ximenes da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA) que é o responsável pelo projeto Mandalla. Uma parceria firmada com a Ematerce e Sederma, para iniciar os primeiros passos para instalar esse projeto inédito no município de Itapipoca. Esse projeto possui como finalidade a de dar apoio ao programa mais infância do SUS do governo do estado que busca uma melhor nutrição das crianças das famílias assistidas.

Técnicos e produtores rurais recebendo orientações do professor Ximenes.

Na ocasião estiveram presentes no evento, o Professor José Ximenes – coordenador estadual do projeto MANDALLA da SDA, Sandra Bandeira – Assessora de organização e empreendedorismo social do projeto MANDALLA, a secretária da SEDERMA de Apuiarés (CE) – Conceição Gomes, o Secretário de agricultura de Paramoti – Antônio Airton, os técnicos extensionistas da EMATERCE de Paramoti (CE) e General Sampaio (CE) Mara Alice e Maria Aparecida, o Técnico da SEDERMA Luiz Paulo e o Técnico e extensionista da EMATERCE de Apuiares (CE) Jozivan Oliveira que vai acompanhar e monitorar o Projeto junto aos produtores rurais o Sr. Francisco e Sra. Lúcia do Assentamento São Pedro que são os possíveis potenciais para ser escolhido para serem os primeiros beneficiados com o projeto.

O Sistema Mandalla para produção de alimentos é um projeto inovador, que além de trabalhar com produção orgânica por meio da agricultura familiar, possibilita as famílias rurais da região uma melhor condição de vida do ponto de vista econômico, social e nutricional. O projeto Mandalla tem por objetivo fortalecer a agricultura familiar e como finalidade a eficiência e a economia de água utilizando para o plantio e uso próprio, que consiste em uma técnica de irrigação que pode chegar uma economia de água de 50%.

Técnicos e agricultor recebendo orientações.

Em um tanque com formato de funil, com 1.80 metros de profundidade e água vindo de uma fonte (poço profundo, canal ou outra fonte abundante de água), é armazenado e depois distribuído por canos pela plantação. Essa forma de cultivo facilita a criação de peixes Tilápias para venda e consumo que, além de ser comercializado, serve para tirar as impurezas da água comendo pequenos insetos e, posteriormente, essa água é reutilizada na irrigação.

Para visualizar mais fotos desta visita, clique aqui.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site