Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quinta-feira, 10 de março de 2022

Alunos de duas EEEPs cearenses chegam à final da Olimpíada Brasileira de Agropecuária

 Ascom Seduc - Texto

O Ceará teve dupla representação na final da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (Obap). Estudantes das Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEP) Antônio Mota Filho, em Tamboril, e Monsenhor Odorico de Andrade, em Tauá, viajaram na última sexta-feira (3) para Vitória, capital do estado do Espírito Santo, para participar da etapa decisiva do certame. A competição nacional é destinada a alunos do curso técnico em Agropecuária e nas demais formações do Eixo Tecnológico Recursos Naturais.

O objetivo da Obap é estimular o ingresso de jovens nas carreiras técnico-científicas e docente, incentivando a participação em movimentos de iniciação científica e de produção de tecnologia. O desafio estimula a cooperação e a integração entre os estudantes.

Vitória Gomes, de 16 anos, cursa a 3ª série na EEEP Monsenhor Odorico de Andrade, em Tauá. A estudante acredita que a participação dela e dos colegas na Olimpíada servirá de incentivo a outros jovens da região a também buscarem ampliar os horizontes.

“Resolvemos participar para ter aprofundamento em nossa área, na expectativa de levar medalhas para a nossa cidade e estado, valorizando ainda mais o nosso curso de Agropecuária. Foi um momento muito bom, conhecemos novas culturas e realidades. Eu nunca saí da minha cidade para vivenciar outras experiências, e a Obap trouxe a oportunidade”, ressalta. Além de Vitória, a delegação da escola foi composta pelos alunos Lara Kivia dos Santos e Jezimiel Oliveira, sob a orientação do professor João Paulo Nobre.

O educador, que também é coordenador do curso técnico em Agropecuária na EEEP de Tauá, considera que o evento é mais do que uma mera competição, pois propicia o amadurecimento dos jovens. “Além de todo o crescimento acadêmico e profissional que os estudantes tiveram com a vivência, também ficamos felizes de proporcionar-lhes novas experiências do campo pessoal”, observa.

Bagagem

Sávio Moura, de 17 anos, é aluno da 3ª série na EEEP Antônio Mota Filho, em Tamboril. O jovem entende que a experiência na competição será um diferencial para o currículo.

“Está sendo fantástico ter a oportunidade de aplicar o nosso conhecimento adquirido durante o curso técnico e poder participar de algo tão grandioso. É um evento da nossa área, em que poderemos adquirir novos conhecimentos para a nossa carreira profissional”, considera Sávio, que viajou junto com os colegas João Manuel Araújo e Tatiane Nascimento.

A professora Valderlandia dos Santos, coordenadora do curso de Agropecuária na EEEP de Tamboril, acompanhou a comitiva dos alunos para o ES. A educadora observa que a ocasião serve como incentivo para os estudantes buscarem novos horizontes.

“Além disso, contribui para aprimorar os conhecimentos já adquiridos e para o desenvolvimento pessoal e profissional dos nossos alunos, formando técnicos agropecuários mais preparados para o mercado de trabalho. A participação nessa Olimpíada também é de extrema importância para o desenvolvimento do curso e da nossa escola”, ressalta.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site