Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Projeto promove ações de restauração e preservação da Caatinga

 Foto: Clarice Rocha

Clarice Rocha - Área de recuperação de nascente, assentamento Boa Vista – Delmiro Gouveia (AL)

Área de recuperação de nascente, assentamento Boa Vista – Delmiro Gouveia (AL)

O projeto Lagos do São Francisco, uma parceria da Embrapa Semiárido, Chesf, BNDES e prefeituras municipais, vem promovendo ações nos estados de Sergipe e Alagoas para a recuperação da Caatinga e preservação de nascentes. As atividades estão sendo realizadas em áreas de produtores, por meio da implantação de Campus de Aprendizagem Tecnológica (CATs) voltados à preservação ambiental.

O coordenador das atividades, o pesquisador da Embrapa Semiárido Iêdo Bezerra Sá, explica que o objetivo é promover a recuperação de áreas degradadas e o repovoamento da Caatinga com espécies nativas. Para isso, vem realizando um trabalho de análise das propriedades e seleção de plantas mais adequadas para o reflorestamento, respeitando as características do ambiente. “A ideia é imitar a natureza, plantando espécies arbóreas que já existiam no local”, completa Iêdo.

Duas propriedades no município de Delmiro Gouveia, estado do Alagoas, já estão tendo a sua biodiversidade restaurada com o plantio de mudas arbóreas da Caatinga como o umbuzeiro, Baraúna, Imburana de Cambão, Angico, Catingueira e Quixabeira. O trabalho é realizado de forma conjunta, em que os produtores têm participação ativa na seleção das espécies que serão inseridas nas áreas selecionadas.

Com a ajuda de técnicos da prefeitura, é feita a preparação das mudas, o plantio e manutenção. A Embrapa realiza treinamentos, disponibiliza as mudas e também faz o acompanhamento de todo o processo, incluindo o momento dos plantios, análise do solo e espaçamento, para que não haja competição de água e nutrientes entre as plantas.

Preservação de nascentes

No município de Poço Redondo, no estado de Sergipe, o projeto está trabalhando no Assentamento Cajueiro com o reflorestamento do entorno de uma nascente que historicamente matou a sede de diversas famílias e animais da região.  Estão sendo feitos cordões de vegetação arbóreas de espécies da Caatinga, entre elas Ipê Roxo, Craibeira, Angico, Pau Ferro, Ipê Amarelo e Aroeira, no intuito de frear a sedimentação que vem atingindo a nascente.

Para o técnico Marcos França, agrônomo da prefeitura de Poço Redondo, este é um trabalho muito importante e que traz uma visão de preservação para as novas gerações. “Esperamos que no futuro possamos ter esse bioma preservado e essa nascente jorrando água, alimentando o Rio São Francisco”.

No município de Canindé de São Francisco, ainda no estado de Sergipe, o trabalho busca a preservação de outra nascente com vazão de mais de 18 mil litros de água por dia. Lá, a área em volta da nascente será toda repovoada com Craibeira, Mulungu, Aroeira, Baraúna, Jatobá, Pereiro, Pau Ferro, Ipê e Mororó, dentre outras. Estas espécies já observadas na área e que também foram demandadas pelo produtor.

Sobre o Projeto

O projeto ‘Ações de Desenvolvimento para Produtores Agropecuários e Estudantes dos Lagos do São Francisco’, é fruto da cooperação entre a Embrapa Semiárido, Chesf e o BNDES, com parceria de instituições públicas e organizações da sociedade civil.

As primeiras atividades do projeto foram iniciadas em 2019, com estimativa de beneficiar, até 2022, agricultores familiares de comunidades situadas no entorno de barragens e usinas hidrelétricas do Rio São Francisco, em 12 municípios nos estados de Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe. O esperado é que as cidades atendidas ganhem um incremento nas suas rotinas produtivas a partir do uso das potencialidades dos lagos e da inserção de novas atividades econômicas na agropecuária.

As ações previstas envolvem a instalação de diversos Campus de Aprendizagem Tecnológica (CATs), englobando a produção de mel, frutas, hortaliças e culturas alimentares, criação animal, além da preservação e recuperação da mata ciliar nessas regiões.

Conheça mais sobre o trabalho de restauração e preservação da Caatinga

 

 

Clarice Rocha (MTb 4733/PE)
Embrapa Semiárido

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site