Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Russas-CE: Ematerce ministra oficina de certificação orgânica participativa

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) realizou, de 14 a 15 de outubro de 2021, uma Oficina de Certificação Orgânica Participativa/Organização de Controle Social (OCS), no Assentamento Bernardo Marin II – Terra Conquistada, localizado no município de Russas-CE, na BR 116 a 10km do centro da sede municipal.

Legenda: Engenheiro Agrônomo Sidônio Fragoso, da Ematerce/Centro Gerencial, um dos facilitadores da oficina.

Na oficina, foram facilitadores os técnicos da Ematerce, Engenheiro Agrônomo Sidônio Fragoso e a psicóloga Fernanda Aquino, ambos da Gerência de Apoio Técnico (Geate), no centro gerencial da empresa em Fortaleza-CE.
De acordo com Fernanda Aquino, o assentamento conta, atualmente, com 44 famílias, cujo imóvel rural ocupa uma área total de 2.820 hectares. Afirmou que todas as famílias dispõem de água encanada do sistema de abastecimento próprio. Já a maior parte da produção encontra-se, na área de 240 hectares do perímetro irrigado de Russas, destinado ao Assentamento, com áreas determinadas para cada família.

Legenda: agricultores familiares, satisfeitos e agradecidos à Ematerce, pelas orientações que lhes foram prestadas no decorrer da oficina.

Informou, também, existir uma área coletiva de cinco hectares, de produção orgânica e agroecológica irrigada, com plantação de diversas fruteiras e hortaliças, produção de compostagem, bioinsumus, viveiro de mudas, com acompanhamento diário de um técnico contratado pelo MST. Acrescentou que toda a produção será comercializada, em feira semanal, no Município, na Feira do Centro Frei Humberto do MST, em Fortaleza-CE, e que as famílias decidiram fazer doações, para o Natal sem fome, na periferia de Fortaleza, praticando, assim, a solidariedade.

Legenda: Sidônio Fragoso (boné vermelho) visita áreas produtivas do assentamento.

Agenda da Oficina

Inicialmente, houve a apresentação dos participantes, seguindo-se o procedimento de identificar os principais produtos agropecuários do assentamento (Trabalho de Grupo); a partir do Trabalho de Grupo, discutir o conceito de Produção Orgânica e Agroecológica; as normas para uma declaração participativa OCS; a Adesão dos agricultores(as) familiares; orientar sobre o processo de constituição das Organizações de Controle Social – OCS.

Prosseguindo, houve a apresentação dos documentos, exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); o preenchimento da documentação para encaminhamento ao Mapa; visita às áreas produtivas do Assentamento Bernardo Marin II, isso no segundo dia da oficina. Informou Fernanda que, no final, da oficina, a partir da adesão voluntária dos agricultores e agricultoras assentadas, foi preparada toda a documentação a ser encaminhada ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), para a emissão das Declarações do Produtor Orgânico – OCS.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site