Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Projeto que cria espaços para atendimento exclusivo das mulheres nas delegacias começa a tramitar na AL



Procuradora adjunta da Mulher no Legislativo, a deputada Érika Amorim (PSD) apresentou mais uma proposta no sentido de prestar assistência às mulheres cearenses. Começou a tramitar na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (29) o Projeto de Indicação (373/2021) que sugere a criação das "Salas das Margaridas", espaços especializados para o atendimento às mulheres vítimas de violência nas delegacias de polícia do Ceará.

“A mulher vítima de violência precisa de um olhar mais atencioso e mais humanizado quando busca um atendimento, pois carrega machucados internos, na sua alma. A Sala das Margaridas busca promover essa atenção pois são espaços reservados e privativos, onde será aplicado um questionário que avalia o grau de risco que a vítima está exposta”, explica a parlamentar, terceira secretária da Mesa Diretora da Assembleia. 

A proposta define que os atendimentos deverão ser feitos por profissionais capacitados, de preferência mulheres, composto de equipe multidisciplinar com psicóloga e/ou assistente social, a fim de fazer o acolhimento das vítimas, bem como os encaminhamentos à rede de apoio para atender as necessidades das vítimas, seja mulher, criança ou adolescente.

Érika Amorim explica que a escolha do nome se deu após experiência exitosa no Rio Grande do Sul. “Naquele Estado, o nome Margarida foi escolhido a partir da simbologia da flor, que é considerada uma das mais fortes da natureza”, defendeu, acrescentando que “a estratégia da criação desses espaços pode se tornar uma das principais políticas públicas da Polícia Civil no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher”.

DEFESA DA MULHER 

É de autoria da deputada Érika Amorim a proposta que virou a Lei nº 17.465, que garante a prioridade de atendimento às mulheres vítimas de violência nas unidades de saúde da rede pública e privada do Ceará, além de minimizar os agravos resultantes da violência.

Ascom

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site