Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

sexta-feira, 30 de julho de 2021

35a edição do Hora de Plantar irá adquirir e distribuir sementes crioulas

35a edição do Hora de Plantar irá adquirir e distribuir sementes crioulas

Texto e Imagens: André Gurjão

Inovação partiu de sugestões de diversas entidades representativas do campo e passa a valer a partir da 35a edição do projeto idealizado por Eudoro Santana

Na manhã desta quinta-feira (29), a Secretaria de Desenvolvimento Agrário promoveu a quarta live da Semana da Agricultura Familiar trazendo o tema “Lei Hora de Plantar”. O evento teve as participações de De Assis Diniz, secretário de Desenvolvimento Agrário; Neyara Lage, assessora de Desenvolvimento da Agricultura Familiar; e Clarice Rodrigues, da coordenação estadual do MST.

O governador Camilo Santana tornou o Hora de Plantar em lei estadual no último dia 22 de junho de 2021. A ação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário é uma criação do pai do governador Camilo Santana, Eudoro Santana, há mais de 30 anos. Atualmente, o projeto atende a mais de 155 mil agricultores familiares em todo território cearense com investimento do Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

“O Hora de Plantar dialoga com os trabalhadores rurais ao receber as demandas catalogadas junto aos técnicos da Ematerce. Atualmente, atendemos entre 70 e 80% dos pedidos apresentados por meio de licitações nas quais concorrem os ´sementeiros´. O passo seguinte é iniciar a distribuição de sementes pela região do Cariri e, logo após, a entrega de raquetes, manivas e mudas”, explicou De Assis.

Em sua última edição, o projeto de distribuição de 3.410 toneladas de sementes, 6,26 milhões de raquetes de palmas forrageiras, 736 mil mudas de essências florestais e frutíferas e 5 mil m3 de manivas de mandioca. “No próximo edital, passaremos a adquirir e distribuir as sementes crioulas. Então, o Governo do Ceará já cumpriu o seu papel e, agora, a bola está com os movimentos sociais”, anunciou.

Movimentos sociais

“Pensar no resgate das sementes e mudas crioulas e fazer com que elas cheguem no momento certo para as agricultoras e agricultores é essencial. O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra também carrega o compromisso com o meio ambiente e, dentro dessa estratégia, estamos fazendo um grande esforço para adquirir árvores e promover o reflorestamento dos assentamentos”, afiançou Clarice Rodrigues.

“O Plano Nacional de Plantio é um desafio importante a nossa meta é 100 milhões plantar de árvores. Além de pensar na produção e comercialização de alimentos saudáveis, estamos comprometidas e comprometidos em implementar agroflorestas e quintais produtivos para que as futuras gerações possam contar com um sistema de produção sustentável”, concluiu a membro da coordenação estadual do MST.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site