Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Assinada ordem de serviço de reestruturação da Ematerce

O secretário De Assis Diniz e o presidente Antônio Amorim assinaram nesta manhã (29) ordem de serviço para prestação de consultoria responsável pela elaboração de proposta de reestruturação da Ematerce. A solenidade ocorreu em formato híbrido, parte presencial e parte virtual, em respeito às recomendações sanitárias do Governo do Ceará. O valor do contrato com a MBS Estratégias e Sistemas Ltda. é de R$ 1,082 milhão.

O evento foi transmitido pelo canal da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural no Youtube e registrou 375 participantes, dentre técnicos, produtores rurais e servidores. Os recursos estão previstos para serem executados pelo Projeto São José IV e o corpo técnico da Ematerce colabora com assumindo a coordenação técnica. “A Ematerce é uma grande família que exige muita dedicação”, definiu De Assis.

“Em alguns momentos, chegamos a apresentar uma sugestão de reestruturação da Empresa, mas isso não era suficiente porque não tínhamos uma base de sustentação. Certamente, com uma consultoria externa, poderemos alcançar uma visão amplificada da execução do trabalho dos nossos técnicos e escritórios locais e atingir mais eficiência efetividade na prestação da assistência técnica”, narrou Amorim.

Conheça a Ematerce

A Ematerce é uma empresa pública, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), dedicada à prestação de assistência técnica e extensão rural. Aos 351 mil agricultores e agricultoras do Estado, a Empresa disponibiliza conhecimentos e informações técnicas e gerenciais. O objetivo é prestar serviços de gestão de produção e fortalecer a execução de políticas governamentais.

Um dos objetivos estratégicos previstos no Termo de Referência assinado nesta terça-feira (29) é melhorar o perfil da agricultura no Estado do Ceará. “Capacitando extensionistas e profissionalizando produtores, para a busca da excelência na produção agrícola”, cita o documento. “Contribuindo para melhoria da qualidade de vida (no campo) e preservando o meio ambiente”, complementa.

São desafios estratégicos do órgão vinculado à Secretaria: mudar o perfil de irrigação, organizar a transição agroecológica, assistir 50% dos produtores rurais do Estado, sendo 30 mil jovens, e contribuir para ampliar a visão empreendedora dos agricultores familiares. “A sua reestruturação deve apresentar visão de construção do conhecimento para a ruralidade atual baseada em novos valores, crenças e ética”.

Ascom

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site