Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

domingo, 13 de junho de 2021

AL lança ferramenta para atender mulheres em situação de violência





Na próxima segunda-feira (14/06), às 10h, a Assembleia Legislativa lança, por meio da Procuradoria Especial da Mulher, a ferramenta Zap Delas, o novo canal de comunicação direta destinado ao atendimento de mulheres em situação de violência no Ceará.

A ferramenta vai possibilitar às mulheres fazer o agendamento de atendimento jurídico e psicossocial, que é oferecido pela Procuradoria Especial da Mulher, além de receber informações sobre os demais equipamentos da Rede de Acolhimento e Enfrentamento à Violência contra a mulher, disponíveis no Estado.

A ferramenta Zap Delas estará disponível pelo número (85) 9.98140754. O serviço será oferecido por meio do aplicativo de mensagens WhtasApp e vai funcionar de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h, e contará com servidoras capacitadas para identificar possíveis casos de violações contra mulheres e meninas. As usuárias receberão orientações iniciais e serão encaminhadas para acompanhamento multidisciplinar da Procuradoria Especial da Mulher ou do órgão competente para tratar da demanda, conforme o caso.

O lançamento da ferramenta Zap Delas acontece às 10h, da próxima segunda-feira (14/06), no Salão Nobre da Presidência da Procuradoria Especial da Mulher. Estarão presentes a Procuradora Especial da Mulher, deputada Augusta Brito (PCdoB), e o presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT).

Sobre a Procuradoria Especial da Mulher:

A Procuradoria Especial da Mulher tem a finalidade de zelar pela participação das Deputadas nos órgãos e atividades da Assembléia Legislativa, em colaboração com a Mesa Diretora. É constituída por 1 (uma ) Procuradora Especial da Mulher e por 3 (três) Procuradoras Adjuntas, designadas pela Presidência da Assembleia a cada 2 (dois) anos, no início da Sessão Legislativa.

Entre suas competências, estão: receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra a mulher; fiscalizar e acompanhar a execução de programas do governo estadual, que visem à promoção da igualdade de gênero, assim como a implementação de campanhas educativas e antidiscriminatórias de âmbito estadual; cooperar com organismos nacionais e internacionais, públicos e privados, voltados à implementação de políticas públicas para as mulheres;

O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

JM/LF

AL

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site