Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Cultivo de peixe-panga passa a ser permitido no Ceará

Cultivo de peixe-panga passa a ser permitido no Ceará

Piscicultores interessados em cultivar o peixe-panga (Pangasianodom hypophthalmus), originario da Ásia, estão formalmente autorizados a exercerem a atividade com vista à produção e comercialização, conforme determina a lei 17.453 sancionada pelo governador Camilo Santana.

O peixe é um tipo de bagre e o indicado é que ele seja comercializado com 1,5 quilo. Segundo técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) o panga apresenta bom rendimento de filé – até 40% em relação ao peso , enquanto a tilápia alcança cerca de 33%.

“Mas que fique claro que o panga não veio concorrer com a tilápia. Trata-se de mais uma opção econômica, principalmente para pequenos produtores, na linha da agricultura familiar”, pondera Antônio Albuquerque, gerente de inspeção e fiscalização da pesca e aquicultura da Adagri, entidade vinculada à Sedet.

O gerente da Adagri aponta que uma das vantagens do panga é poder ser cultivado em viveiros escavados, além da resistência e capacidade de adaptação. Admite, contudo, que o fato de o cearense não ter tradição de comer bagre pode ser um desafio inicial para o mercado e vai precisar de atenção dos produtores.

“Mas isso é superável. O abadejo, por exemplo, é um tipo de bagre e tem boa aceitação; bem como peixe-filhote, um dos mais apreciados no Pará”, observa Albuquerque. “Com a divulgação correta isso não será problema”, acrescenta. Alguns estados no Brasil já estão cultivando o peixe-panga, a exemplo de São Paulo, Rio Grande do Norte e Paraíba.

A mesma lei sancionada pelo governador em abril estabelece que “poderão ser celebrados convênios, firmadas parcerias ou termo de cooperação” para fomentar a atividade no Ceará, que tem tradição na piscicultura – chegou a ser o maior produtor de tilápia no país e sempre figurou entre os principais no cultivo de camarão.

Clique aqui para visualizar a Lei 17.453, publicada no Diário Oficial do Estado.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site