Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

sexta-feira, 28 de maio de 2021

Ceará terá Observatório Costeiro e Marinho até o fim de 2021

 Ceará terá Observatório Costeiro e Marinho até o fim de 2021

Instrumento será um importante articulador de políticas públicas voltadas à zona costeira e à área marinha cearense

Monitoramento já identificou que 30% do litoral cearense está em estado de erosão.
Legenda: Monitoramento já identificou que 30% do litoral cearense está em estado de erosão.
Foto: Eduardo Lacerda Barros / Divulgação Sema

De forma inovadora, o Ceará lançará, até o fim este ano, seu Observatório Costeiro e Marinho, instrumento que visa articular políticas públicas voltadas à zona costeira e à área marinha cearense.

Planejado há cerca de um ano, o Observatório Costeiro e Marinho do Ceará (OCMCeará) será o marco inicial das ações do Ceará que estão inseridas na Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável (2021 a 2030), período definido em 2017 pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Como se tornou uma lei, será uma política de Estado, independente do gestor. Tem tudo para funcionar pelas próximas décadas, produzindo informação"
MARCELO SOARES
Coordenador do Cientista Chefe-Meio Ambiente

BIODIVERSIDADE COSTEIRA E MARINHA

A criação do OCMCeará está dentro de um circuito de ações realizada há um ano. Entre elas, estão o inventário da fauna e da flora. “Isso já nos dá noção da nossa biodiversidade costeira e marinha”, detalha Marcelo.  

Outro importante instrumento deste trabalho é o monitoramento da linha de costa cearense. Nisso, foi identificado um grave problema: 30% do litoral do Estado está em estado de erosão, enquanto 17% também tem tendência a erosão. “Isso é importante porque nossas praias tem um valor cultural, econômico também muito grande”, explica o pesquisador. 

A iniciativa reunirá pesquisadores de universidades locais, a Marinha do Brasil, empresários, comunidades, representantes de 23 municípios costeiros, do Governo do Estado e da União. Este grupo irá atuar como um mecanismo de comunicação entre a gestão pública, a sociedade civil e as prefeituras, auxiliando na tomada de decisão referente à zona costeira cearense e seu ambiente marinho

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site