Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quinta-feira, 29 de abril de 2021

Investimento de R$ 775 milhões em saneamento básico vai levar melhorias de água e esgoto a 11 municípios, anuncia Governo do Ceará

 

Meta é avançar na universalização dos serviços em todo o Estado do Ceará

Através de uma transmissão ao vivo pelas redes sociais na tarde desta quarta-feira (28), o governador do Ceará, Camilo Santana, autorizou o investimento de R$ 775 milhões em projetos de saneamento básico focados em Fortaleza, Horizonte, Pacajus, Chorozinho, Maracanaú, Maranguape, Caucaia, Redenção, Juazeiro do Norte, Jijoca de Jericoacoara e Crateús. Participaram do anúncio o titular da Secretaria das Cidades, Zezinho Albuquerque, o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neuri Freitas, e seu diretor de engenharia, José Carlos Asfor.

“Estamos anunciando um investimento de R$ 381,7 milhões em sistemas de abastecimento de água, e R$ 393,3 milhões em esgotamento sanitário. E investir em saneamento é investir em saúde, na prevenção de doenças, e temos dado prioridade em ações de saneamento nos nossos seis anos de Governo. Com esse investimento de hoje, vamos beneficiar cerca de 2,5 milhões de pessoas no Ceará”, ressaltou o governador.

Os recursos serão voltados aos sistemas de abastecimento e produção de água e de coleta e tratamento de esgoto nesses 11 municípios. As melhorias beneficiarão os cearenses por meio da ampliação da cobertura de esgoto, otimização do tratamento e distribuição de água, além de redução das perdas de água nos sistemas.

Camilo Santana falou sobre a meta do Governo do Ceará de universalizar o abastecimento d’água em Fortaleza e Região Metropolitana (RMF) e na Região Metropolitana do Cariri, através de parcerias público-privadas. “Em setembro de 2020 nós lançamos um investimento de R$ 440 milhões em água e esgoto, já captamos um financiamento junto ao Banco do Nordeste para fazer uma série de investimentos em Maracanaú, uma reivindicação antiga do município ao retomar o sistema de água e esgoto para a Cagece”, explicou.

Na transmissão, o governador lembrou que o Ceará é líder no Brasil em investimento público há seis anos, e que está trabalhando pesado para bater um recorde de investimentos em 2021, destacando que muitos dos investimentos previstos terão foco na universalização dos serviços e contribuirão para alcançar as metas estabelecidas pelo novo Marco Legal do Saneamento. “Fortaleza atualmente possui quase 66% de cobertura de esgotamento sanitário, e vamos passar com essas obras para 77,2%. E com a Parceria Público-Privada que nós vamos lançar ainda em 2021, com o BNDES, vamos universalizar Fortaleza e a RMF. E o desafio é o esgotamento do Ceará, que temos hoje 44,6%, e com esse investimento vamos passar para 52%”, enumerou.

Para Zezinho Albuquerque, esse anúncio é só o começo de mais investimentos que virão a ser anunciados em 2021 pelo Governo do Ceará. “O governador está quebrando um tabu. Levando água para as pessoas e saneamento, o senhor está dando saúde, emprego e renda para todos. E em breve vamos anunciar muitos outros projetos, como o Águas no Sertão, e, em breve, as obras de saneamento da Praia do Preá, para fazer par com as obras com a Praia de Jericoacoara”, comentou.

“Vivemos no país o momento de buscar a universalização de esgoto, e de reduzir as perdas d´água. Aqui no Ceará estamos progredindo, e o nosso desafio é captar recursos para tocar as obras. Nosso anúncio hoje só foi possível por conta de que buscamos alternativas para se fazer o investimento no setor, por conta dos debêntures, que foram os títulos que nós lançamos, e com a ajuda da XP investimentos e do Banco Alfa, conseguimos captar esse recurso total de R$ 775 milhões no mercado de capitais”, explicou o presidente da Cagece.

Finalizando o evento virtual, Camilo falou sobre a importância desses investimentos e como eles podem gerar emprego e renda aos cearenses. “Quero fazer o registro do esforço que o Estado tem feito, mesmo em um momento de crise econômica no Brasil inteiro, de fazer os investimentos, que significa movimentar a economia. Significa gerar emprego e renda. Quando as obras acontecem nós empregamos as pessoas, alugamos máquinas, movimentamos a economia dos municípios, do fornecimento da alimentação, hospedagem no local, canteiro de obras. A coisa mais importante que nós temos de lutar hoje é pela saúde das pessoas para vencer essa pandemia, e gerar emprego e oportunidade para as pessoas que estão precisando”, listou o governador.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Mudas Frutíferas

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site