Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Na reta final, Paulo Freire já beneficiou 1.732 famílias do Sertão dos Inhamuns

Na região do Sertão dos Inhamuns, a execução do Projeto Paulo Freire se encontra na reta final e a Assessoria Técnica Contínua presta pelo Esplar já beneficiou 1.732 famílias em 45 comunidades rurais dos municípios de Tauá, Parambu, Aiuaba, Arneiroz e Quiterianópolis. O balanço da entidade aponta ainda que, entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021, foram entregues 15 mil raquetes de palma forrageira, adquiridos 3.070 pintos de um dia e ainda adquirido material para equipar seis aviários.

“São resultados como esse que põem o Projeto Paulo Freire entre os 10 melhores projetos financiados pelo FIDA (Fundo Internacional de Desenvolvimento da Agricultura) no Mundo”, elogiou o secretário De Assis Diniz. A informação foi divulgada pelo oficial do Fundo Internacional no Brasil em dezembro de 2020. “É algo que realmente temos que celebrar”, comentou Hardi Vieira citando mais 300 projetos em 100 países.

No total, já foram construídos 688 aviários, 523 apriscos, 32 pocilgas e 112 apiários com 1.221 colmeias. Além disso, o Paulo Freire foi responsável pela entrega de 481 matrizes e 59 reprodutores ovinos da raça Santa Inês, 202 matrizes e 14 reprodutores caprinos da raça Anglo-Nubiana e 12.580 pintos para os aviários. A aquisição de 3.386 kg de sorgo, 283 kg de feijão guandu, 577.716 raquetes de palma forrageira e 3.274 mudas de espécies frutíferas completa a lista de aquisições pelo projeto da SDA.

“A equipe do Esplar avalia realizar uma boa execução do Projeto Paulo Freire, porque estamos com 90% das estruturas físicas concluídas (apriscos, aviários, pocilgas e apiários) e já compramos 60% dos animais de médio porte e 30% das aves”, atesta Rogaciano Oliveira. “O próximo passo é prestar contas e executar sobras e rendimentos, visualizando uma estratégia de saída para que essas famílias vivam com sustentabilidade e conduzam os empreendimentos”, completa o coordenador do Esplar.

O Projeto Paulo Freire é uma realização da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), através do Acordo de Empréstimo nº I-882-BR/E-17-BR do Governo do Estado do Ceará e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). O Projeto objetiva reduzir a pobreza e elevar o padrão de vida de agricultores familiares de 31 municípios cearenses localizados no semiárido, através do desenvolvimento do capital social e humano e da produção sustentável para aumento da renda a partir de fontes agrícolas e não agrícolas com foco prioritário nos jovens, mulheres e povos tradicionais.

A área do Projeto compreende uma extensão de aproximadamente 23.530 Km² e de três áreas do Estado: Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Assaré, Campos Sales, Nova Olinda, Potengi, Salitre, Santana do Cariri, Tarrafas (Cariri); Aiuaba, Arneiroz, Hidrolândia, Ipu, Ipueiras, Parambu, Pires Ferreira, Quiterianópolis, Tauá (Inhamuns-Crateús); Coreaú, Frecheirinha, Graça, Irauçuba, Massapê, Moraújo, Mucambo, Pacujá, Reriutaba, Senador Sá, Sobral e Varjota (Sobral).

ASCOM

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site