Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Cooperação técnica estimulará produção de palma forrageira no Estado do Ceará

 Acordo de cooperação técnica utilizará recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e de outras fontes administradas pelo banco público. Cabe à Secretaria a implantação de unidades de reuso d´água de cinzas para produção da palma e apoiar produtores inseridos na Rota do Leite e no PAA Leite

Um acordo de cooperação técnica envolvendo Banco do Nordeste, Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce) permitirá a expansão do plantio de palma forrageira e o crescimento da produção leiteira no Estado do Ceará. O convênio, firmado no final do ano passado, foi o tema de live transmitida pelo canal do Youtube da secretaria estadual na última quinta-feira (28) e permitirá a abertura de linhas de crédito e implantação de unidades de distribuição de mudas de palma no Estado.

“Não é à toa que saímos de quarto para segundo maior produtor de leite do Nordeste. Isso ocorreu porque promovemos o melhoramento genético do rebanho e o acompanhamento técnico ao produtor, aliados à oferta de crédito gerada pelo Banco do Nordeste”, enalteceu o secretário De Assis Diniz a parceria entre os três órgãos. “O Hora de Plantar, o Programa do Leite e a entrega dos tanques de resfriamento são outros exemplos de ações promovidas pelo Governo do Ceará capazes de gerar sustentabilidade da cadeia leiteira no Estado”.

“Os tanques de leite aproximam o produto do mercado. Sem eles não existiram laticínios abastecidos pela produção do pequeno produtor e esse equipamento tão simples veio casado com a distribuição de palma para aumentar a produtividade do rebanho. Mas não foi apenas isso, em cada local onde os tanques estão presentes, você também observa a produção de sorgo forrageiro, outra cultura que historicamente encontrou resistência por parte dos grandes produtores”, resgatou Antônio Amorim, presidente da Ematerce.

Próximos passos

“Esta é uma live é informativa e de divulgação. Assim que os decretos estaduais permitirem, estaremos em campo para debatermos linhas de crédito com os produtores”, antecipou Jeânia Gomes, gerente executiva estadual do Banco do Nordeste. Também participou da live o assessor técnico da Coordenadoria do Desenvolvimento das Cadeias Produtivas da Pecuária (Codep/SDA), Márcio Peixoto, elencando dados do Hora de Plantar, especifidades técnicas do plantio da palma e sobre o Centro de Produção de Mudas de Palma Forrageira em Quixeramobim.

“Esse Centro de Produção, que ficará localizado na Fazenda Normal, servirá para fazermos pesquisa, produção e divulgação da palma forrageira, trabalhando com todas cultivares resistentes a cochonilha  carmin”, esclareceu Márcio Peixoto. Outras diretrizes do Repalma, programa desenvolvido em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), são o incentivo ao plantio de unidades de produção de palmas forrageiras sementes e o estímulo para registrar mudas e sementes de palma em cadastro nacional.

ASCOM-SDA

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site