Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

SPS qualifica educadores para o atendimento de crianças e adolescentes


Incentivar a criatividade e desenvolver novas dinâmicas de grupo, aprofundar os conhecimentos sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, e trabalhar as relações sociais. Esses são alguns dos propósitos da qualificação profissional que a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) promove, neste mês, para técnicos e educadores do Espaço Viva Gente (EVG), circos-escola e centros comunitários de Fortaleza.

O curso “Práticas de Vivências Grupais com Crianças e Adolescentes” tem carga horária de 40h, entre aulas teóricas e aplicação prática do conteúdo com os beneficiários diretos. Entre os temas abordados estão, além da forma de lidar com esse público, a abordagem de assuntos como o enfrentamento ao trabalho infantil e à exploração sexual.

“Queremos que as crianças e os adolescentes atendidos em nossos espaços sejam cuidados da melhor forma possível. E queremos que esses espaços de formação cultural seja também de conscientização sobre questões problemáticas que, infelizmente, existem em nosso cotidiano”, pontua a titular da SPS, Socorro França.

Dividido em quatro módulos, o curso busca desenvolver as habilidades dos técnicos no atendimento e no cuidar das crianças e jovens, de forma interativa e humanizada. Assim, são realizadas atividades lúdicas e ações pedagógicas para promover a socialização, afetividade e o coleguismo dentro da unidade, em casa e na comunidade onde vivem. “Em um módulo, nós trabalhamos as relações interpessoais, as vivências e experiências de cada um. Em outro, o reconhecimento do direito de ser criança, da escuta e do combate ao trabalho infantil”, acrescenta a orientadora da CPSB/SPS, Verônica Maciel.

“Optamos por uma capacitação híbrida, com aulas práticas e atividades teóricas, como forma de promovermos maior interação entre os educadores e as crianças e adolescentes”, explica a assessora da Célula de Programas e Projetos, da Coordenadoria de Proteção Social Básica da SPS, Franciete Marques.

O Espaço Viva Gente (EVG), os Circos-Escola e os quatro centros comunitários assistem cerca de 1.500 crianças e adolescentes, na Capital, além de ofertar apoio socioassistencial às famílias. Os espaços ofertam, diariamente, de atividades socioeducativas, artísticas, culturais, esportivas, de lazer e de iniciação profissional, desenvolvendo potencialidades e o protagonismo infantojuvenil, em um trabalho integrado com a família e a comunidade.

Fonte : Governo do Estado


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site