Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Governo Federal amplia crédito para produtores de camarão da Região Nordeste


 

Brasília-DF - Para apoiar os produtores de camarões da Região Nordeste, o Governo Federal ampliou de R$ 18 milhões para R$ 500 milhões os recursos disponíveis neste ano para as contratações de créditos da linha FNE-Aquipesca, do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e concedido pelo Banco do Nordeste (BNB). Em 2020, foram contratados R$ 24,1 milhões em 190 operações em toda a área de atuação do BNB (Nordeste e parte de Minas Gerais e Espírito Santo). Desse total, 97% foram realizadas por produtores de micro, mini e pequeno portes.

"Esse apoio aos pequenos produtores de camarões é muito importante, principalmente nesse momento em que o País sofre com os impactos econômicos da pandemia", destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. "Precisamos, também, contribuir com o fortalecimento e modernização, com sustentabilidade, da infraestrutura produtiva do País", complementa.

A linha FNE-Aquipesca conta com condições de financiamento mais atrativas para que produtores possam expandir suas atividades, gerar emprego e renda.

O Rio Grande do Norte é o principal produtor de camarão do País, responsável por 43,2% do total, de acordo com a pesquisa Produção da Pecuária Municipal (PPM), divulgada em setembro de 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

→ O QUE PODE SER FINANCIADO: Implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos de aquicultura e pesca, mediante o financiamento de todos os itens (investimentos fixos e semi-fixos) necessários à viabilização econômica dos empreendimentos, inclusive os destinados à produção de insumos, beneficiamento, preparação, comercialização e armazenamento da produção.

→ QUEM PODE CONTRATAR: Pessoas físicas ou jurídicas, cooperativas e associações de produtores (neste último caso o crédito é concedido diretamente aos associados)

→ PRAZOS: Fixados em função do cronograma físico-financeiro do projeto e da capacidade de pagamento do beneficiário. Para investimentos fixos, o prazo máximo é até 12 anos, incluídos até 4 anos de carência. Para semi-fixos, é até 8 anos, incluídos até 3 anos de carência.

→ LIMITES DE FINANCIAMENTO:

Porte do BeneficiárioFaixa de Receita Anual (R$)Máximo de Financiamento pelo FNE (%)Mínimo de Recursos Próprios (%)
MiniprodutorAté 360 mil100-
Pequeno produtorAcima de 360 mil até 4,8 milhões100-
Pequeno-médio produtorAcima de 4,8 milhões até 16 milhões90 a 100até 10
Médio produtor IAcima de 16 milhões até 90 milhões80 a 955 a 20
Médio produtor IIAcima de 90 milhões até 300 milhões70 a 8515 a 30
Grande produtorAcima de 300 milhões5050

→ COMO SOLICITAR:

A contratação do financiamento pode ser solicitada pessoalmente em alguma agência do Banco do Nordeste ou pela internet.

O interessado pode entregar a documentação necessária para análise do pedido na agência ou preencher o formulário online, disponível no site do Banco do Nordeste, no link Cadastrar Solicitação de Crédito.

Após o enquadramento inicial da sua solicitação pela Agência indicada, você receberá por e-mail a relação dos documentos necessários para análise seu pedido de financiamento que poderá ser enviada também pela internet, sem necessidade de se dirigir a sua agência. O envio dos documentos deve ser realizado por meio da opção “Atualizar solicitação de crédito/Enviar documentação”.

www.gov.br

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site