Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Ceará projeta safra de 794.492 toneladas de cereais e oleaginosas em 2020



O Ceará deve alcançar uma safra de 794.492 toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2020. Os dados representam um crescimento de 42% em relação ao mesmo período do ano passado (559.791 toneladas) e de 75,71% (452.158 toneladas) em relação à expectativa de safra de janeiro de 2020. Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA/ IBGE) de setembro deste ano e foram divulgados na última quinta-feira (8).

O sorgo forrageiro (212%), o algodão herbáceo (59,7%) e o milho primeira safra (50,7%) foram os produtos que melhor pontuaram no comparativo anual.Outros dados positivos são a estimativa de colheita de 132.663 toneladas de feijão primeira safra (25,9%), de 95.488 toneladas de castanha de caju (8,9%), 729 toneladas de uva (29,3%) e de 575 toneladas de amendoim (34,3%). As baixas são nas colheitas de mamona (-57%), fumo (-33,3%) e café arábica (-24,8%).

“Mais que uma boa quadra chuvosa, o agricultor cearense comemora porque contou com o apoio do Governo do Ceará com a distribuição de sementes, prestação de assistência técnica e, também, no estímulo à comercialização”, justifica o secretário do Desenvolvimento Agrário. De Assis Diniz destaca, por exemplo, a entrega de 2 milhões de toneladas de sementes pelo Hora de Plantar. “São sementes de alto potencial genético e adaptadas ao semiárido cearense”.

Além disso, a entrega dos projetos de mecanização agrícola pelo Projeto São José, incluindo 184 tratores e implementos agrícolas, e permitiu preparar melhorar o solo e colaborou também para acelerar a colheita. “Em 2019, atingimos a marca de 69 mil agricultores familiares que receberam a assistência técnica prestada pela Ematerce e outros 27.329 pelo Projeto Paulo Freire e mantivemos esta mesma atenção neste ano, mesmo à distância, em decorrência da Covid-19”.

Outros dados positivos são a estimativa de colheita de 120.815 toneladas de feijão primeira safra (28,5%), de 418.229 toneladas de banana (2,9%), 95.520 toneladas de castanha de caju (8,9%) e de 173.449 toneladas de tomates (10,4%). Alguns dos dados negativos se referem às safras de mamona (-57%), fumo (-33,3%), café arábica (-24,8%) e mandioca (-7,5%). A baixa estimativa de produção de mamona se refere à redução da área plantada, de 752 para 457 hectares, o que também ocorreu em relação à mandioca, de 113.800 para 58.574 hectares.

SDA

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site