Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

CE atinge 89% do rebanho imunizado contra febre aftosa; balanço final será divulgado na quinta (3)

CE atinge 89% do rebanho imunizado contra febre aftosa; balanço final será divulgado na quinta (3)

Técnicos da Adagri fazem ajustes e atualização dos dados sobre a imunização do rebanho. A meta é vacinar 90% do rebanho

Legenda: De acordo com a Adagri, o Ceará tem cerca de 2,6 milhões de bovinos e 1,4 mil de bubalinos
Foto: Hélio Filho
A Agência de Desenvolvimento Agropecuário (Adagri) divulga nesta quinta-feira (3) o balanço final da campanha de vacinação contra a febre aftosa, no Ceará. O prazo para envio das declarações de imunização por parte dos criadores terminou ontem (31). A meta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de 90%.  De acordo com a coordenação estadual da campanha de vacinação, até ontem o Ceará tinha 89% do rebanho imunizado
O coordenador estadual da campanha, Joaquim Sampaio, explicou que a Adagri está fazendo ajustes das declarações enviadas e atualização dos dados cadastrais. Ele, no entanto, antecipa que a meta "deverá ser alcançada".
“Há criadores que venderam parte do rebanho e é preciso atualizar os dados. Hoje e amanhã vamos concluir esse trabalho”.
A imunização é um dos critérios do Mapa para que os estados avancem para alcançar o status de livre de aftosa sem vacinação. Em novembro próximo, haverá nova etapa da campanha, no entanto, a vacinação será obrigatória apenas para os animais de até 24 meses de vida.
A previsão é que a última campanha ocorra em maio de 2021. O Ceará atingindo a meta na atual e nas próximas duas campanhas, vai solicitar ao Mapa a condição de zona livre de aftosa sem vacinação. “O nosso esforço é nesse sentido”, reafirmou Sampaio.
O status de zona livre de aftosa sem vacinação vai impactar de forma positiva as exportações de carne e de outros produtos, favorecendo a economia regional. A zona livre é reconhecida nacionalmente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e internacionalmente, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Declaração

Joaquim Sampaio lembrou que quem vacinou o gado e não declarou é passível de multa, no valor de R$ 22,50 por animal. “Fica na mesma condição de quem não adquiriu a vacina”, pontuou.
De acordo com a Adagri, o Ceará tem cerca de 2,6 milhões de bovinos e 1,4 mil de bubalinos. Na atual etapa de imunização todos os animais devem ser vacinados. 


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site