Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

domingo, 23 de agosto de 2020

Oficina virtual promove intercâmbio de conhecimentos entre Brasil e Colômbia sobre pesquisa em agroecologia


Representantes dos governos, pesquisadores, universidade e sociedade civil dos dois países discutiram elementos e abordagens para a construção de diretrizes de pesquisa sobre o tema.

O projeto de cooperação Sul-Sul trilateral Semeando Capacidades realizou a segunda oficina virtual de intercâmbio de conhecimentos entre Brasil e Colômbia para a construção de diretrizes de pesquisa em agroecologia.   

A iniciativa Semeando Capacidades, executada na Colômbia, integra as ações do projeto regional América Latina e Caribe sem Fome 2025, do Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO, e é realizada em conjunto pela Agência Brasileira de Cooperação do Ministério da Relações Exteriores (ABC/MRE), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil (Mapa), Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural da Colômbia (MADR). 

Para esta oficina participaram representantes dos governos dos dois países, pesquisadores, universidade e sociedade civil. O Mapa foi representado na oficina pelo analista técnico de Políticas Sociais da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Rafael Martins Dias. "É muito importante para servidores participarem de exercícios como este, aprendemos muito com as vivências dos especialistas do Brasil e da Colômbia, e isso nos ajuda a aprimorar as políticas voltadas para agricultura familiar. Identificamos os desafios comuns, as áreas prioritárias, agora o próximo passo é construir, a várias mãos, as Diretrizes para Pesquisa em Agroecologia, um importante legado do Projeto Semeando Capacidades", avalia. 

Camilo Ardila Galvis, coordenador do projeto Semeando Capacidades, disse que a oficina faz parte de uma série de três encontros virtuais que buscam identificar subsídios para a construção de diretrizes de pesquisa em agroecologia nos dois países. A primeira reunião foi realizada em junho.  

O professor do Departamento de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural da Universidade de Brasília/Brasil, Mário Ávila, apresentou diretrizes de pesquisa no Brasil, destacando debates relevantes entre a agroecologia e alguns temas como território, meio ambiente, sociedade, recursos humanos e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A profissional especializada em agroecologia da FAO Colômbia, Catherine Rivera, apresentou alguns insumos identificados naquele país para reflexão e análise sobre a pesquisa agroecológica e destacou a relevância da agroecologia e sua abordagem, que não está focada apenas nos sistemas de produção, mas em múltiplas abordagens como ambiental, política, ética, cultural, social, entre outras.  

Semeando Capacidades

O projeto Semeando Capacidades, iniciado em novembro de 2019 no âmbito da Cooperação Internacional Brasil-FAO, visa fortalecer políticas e instrumentos que promovam a rentabilidade e sustentabilidade do campo colombiano, sendo um instrumento importante de apoio para que a agricultura do país possa cumprir com o seu papel de contribuir para a transformação econômica, social e política.

*Com informações da FAO

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site