Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Mapa promove monitor do seguro agrícola de café no dia 11 de setembro



Seguradoras vão apresentar aos produtores e cooperativas as modalidades de seguro para cafeicultura.

Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) prevê recursos para incentivo à contratação da modalidade de seguro agrícola de café.

Para divulgar as condições gerais e as coberturas do seguro agrícola de café para produtores, cooperativas, entidades representativas e associações, o Mapa realizará em 11 de setembro, às 15h, videoconferência no âmbito do projeto Monitor do Seguro Rural, com previsão de duas horas de duração. A comissão de seguro rural da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg) e as seguradoras credenciadas no programa do Mapa farão a apresentação dos produtos de seguro rural.

O secretário de Política Agrícola, César Halum, explica que o seguro agrícola de café é apoiado pelo Mapa com auxílio financeiro da subvenção ao prêmio. “Há um grande potencial para crescimento da área segurada de café no país e estamos estudando melhorias nas regras do programa para popularizar o seguro entre os cafeicultores”. Em 2019, seis seguradoras ofertaram o seguro de café no Brasil. Houve a contratação de 2.834 apólices em 72 mil hectares com capital segurado de R$ 667 milhões, com destaque para os estados de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo, seguidos por Paraná e Bahia.

O presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita, afirma que “este é um novo momento de diálogo entre cafeicultores e seguradoras para melhorar o seguro e dar mais segurança e estabilidade na renda da atividade, que têm riscos climáticos e de preços significativos”.

Como participar do Monitor

Não há necessidade de fazer inscrições para o encontro. Basta acessar o link da plataforma Teams no dia e horário indicado. 

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: seguro@agricultura.gov.br

>> Saiba mais aqui sobre o Monitor do Seguro Rural 

Cafeicultura no Brasil

Técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) retomaram as pesquisas para obter informações sobre a safra de café nos nove principais estados produtores no país. Os dados do segundo levantamento da safra brasileira de café para o ano 2020/2021 serão apresentados pela Companhia no próximo dia 22 de setembro. Estão sendo levantados dados das lavouras de café arábica e conilon, sobre a área em produção e em formação, a produtividade, o percentual de colheita e o parque cafeeiro, além de informações qualitativas das lavouras e do produto colhido e beneficiado, e ainda o impacto das condições climáticas na cultura.

No primeiro levantamento da safra do café 2020/2021, divulgado no dia 16 de janeiro deste ano, as perspectivas da produção eram positivas. A projeção foi de um aumento entre 15,9% e 25,8% no volume de café produzido em relação à temporada passada. Estavam previstas de 57,2 milhões a 62 milhões de sacas de café e a área cultivada chegaria a cerca de 2 milhões de hectares, o que representa um acréscimo de 4% em relação a 2019.

Contratação

O produtor que tiver interesse em contratar o seguro rural deve procurar um corretor que comercialize apólice de seguro rural. O seguro rural é destinado aos produtores pessoa física ou jurídica, independente de acesso ao crédito rural. 

Para café e os grãos de verão em geral, o percentual de subvenção ao prêmio pode variar entre 20% e 30%, a depender da cultura e tipo de cobertura contratada. Culturas de inverno tem subvenção de até 40%. No caso das frutas, olerícolas, cana-de-açúcar e demais modalidades (florestas, pecuário e aquícola) o percentual de subvenção ao prêmio será fixo em 40%. 

Para produtores que estão contratando crédito de custeio nas instituições financeiras e são enquadrados no Pronaf, entre julho e outubro, há um projeto-piloto com recursos de R$ 50 milhões do PSR de estímulo a contratação do seguro agrícola de soja e milho verão (subvenção de 55% do prêmio) e para banana, maçã e uva (subvenção de 60% do prêmio).

Para produtores de grãos das regiões Norte e Nordeste, o PSR destinará R$ 50 milhões nos meses de setembro e outubro. 

Para mais informações sobre o PSR e verificar os contatos das seguradoras que atuam na sua região, faça o download do aplicativo. Basta acessar para Android e para IOS



Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site