Clique aqui na imagem e ouça a Web Rádio ao vivo

Pages

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Feira Agroecológica de Itapipoca gera renda para agricultores e satisfação para clientes


A primeira edição virtual da Feira Agroecológica de Itapipoca gerou renda para 13 agricultores familiares e 30 consumidores adquiriram produtos livres de agrotóxicos. Os valores das cestas de alimentos variaram entre R$ 30 e R$ 100, o que gerou cerca de R$ 2.200 em negócios rurais. “Mesmo nessa pandemia, não deixamos de vender os nossos produtos e conseguimos um dinheirinho a mais para as nossas famílias”, testemunha a agricultora Maria de Fátima dos Santos, da comunidade Jenipapo.

“Nós que trabalhamos com agroecologia não paramos. Apesar de não podermos ter contar com o calor humano (das feiras públicas), continuamos fornecendo os produtos”, reforça Cleoneide Barbosa, do assentamento Várzea do Mundaú, em Trairi. “Estou muito satisfeita porque vocês (do Cetra) vem pegar na porta, faz contato com cliente e para os agricultores só ficou mesmo o trabalho de produzir, né?!”, acrescenta Maria Vanes de Lima, da Serra de São Daniel, em Itapipoca.

Nesta edição, a Feira Agroecológica de Itapipoca ofertou 31 itens ao público. Dentre eles: bolos de carimã e macaxeira, cocada, goma fresca e seca, farinha, jerimum, macaxeira, tapioca de forno, nata, mel, ovos e óleo de côco. E também: mamão, banana, côco verde e seco, coloral, galinha caipira, banha de porco, café, carimã, cajuína, batata doce e cheiro verde. Os pagamentos são feitos em espécie, ou via transferência bancária. Os valores são repassados diretamente aos agricultores.

A próxima acontece no final deste mês. O cardápio com os itens da agricultura familiar serão divulgados pelas redes sociais do Centro de Assessoria do Trabalho e Assessoria do Trabalhador e pelo site da SDA. O valor mínimo do pedido é de R$ 20 e a entrega é realizada na porta da casa, ou na sede do Cetra, se o cliente assim preferir. “Como sou grupo de risco, não me exponho e tenho o que gosto: o que contribui muito com a minha saúde”, recomenda Nair Soares.

“Os dois lados saem ganhando: nós (consumidores) adquirimos alimentos produzidos com muito amor e sem agrotóxicos e eles (agricultores) recebem a satisfação de atenderem a população com produtos de qualidade”, observa o professor Hamilton Teixeira. “Essa feira agroecológica é muito importante para o município e precisa ser incentivada a crescer, gerar renda para o homem e a mulher do campo e, assim, contribuimos com a economia da nossa Itapipoca”.

Apoio institucional

A Secretaria do Desenvolvimento Agrário estimula a promoção das vendas on-line durante o período de isolamento. Além de colaborar na divulgação de uma série de iniciativas, baseadas em conceitos como delivery, drive trhu e feiras virtuais, o órgão do Governo do Ceará lançou o Portal da Agricultura Familiar como forma de fornecer uma vitrine da produção agrícola do Estado e aproximar consumidores e clientes. O acesso ao Portal também passou a ser realizado pelo Ceará App.

“O Portal da Agricultura Familiar leva à população a possibilidade de um serviço onde oferta e procura se encontram num espaço virtual, possibilitando que os laços de solidariedade possam ser ampliados neste momento em que a população cearense se une no combate aos efeitos sociais e econômicos da Covid-19”, enfatiza o secretário De Assis Diniz. “Ganha o agricultor, garantindo renda para família, e ganha o consumidor, adquirindo produtos saudáveis e de qualidade”, conclui.


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Redes Sociais

. Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

As Mais Lidas do Site

Sebrae

Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Blog do Rogério Gomes

Olhar Munipal com Fábio Tajra

Acordeon para iniciantes

Tempo Agora em Fortaleza

Ouça no Rádios Net

Total de visualizações do Site